18 e 19 de Novembro | 9h às 18h

Teatro Bradesco Minas Tênis Clube - Belo Horizonte

Notícias

 

 

2º Seminário de Gestão do Esporte

 

O sucesso do evento que debateu os rumos do esporte nacional

 

Durante dois dias (18 e 19 de novembro), Belo Horizonte sediou um dos maiores debates do ano sobre os caminhos do desenvolvimento do desporto olímpico nacional, reunindo 30 palestrantes dos mais diversos segmentos e estados, incluindo dirigentes, atletas, ex-atletas, patrocinadores e representantes do Ministério do Esporte.  Em nove painéis foram abordados temas relativos desde a identificação e a formação de campeões até a transformação de uma nova potência olímpica, passando por discussões sobre o esporte como produto, negócio, entretenimento e conteúdo jornalístico. 

 

Realizado no Teatro do Centro Cultural do Minas Tênis Clube, o evento teve 750 inscritos, entre profissionais e estudantes de Educação Física, Comunicação, Gestão Esportiva e de Eventos e outros interessados no assunto, da capital, do interior de Minas, de São Paulo e outros estados.

 

O 2º Seminário de Gestão do Esporte foi uma promoção da ACE Esportes e Eventos, com apoio de Sebrae, Cemig, Minas Tênis Clube, Prefeitura de Belo Horizonte e Governo de Minas Gerais.


 

 

Depoimentos

 

Thiago Meirelles - Gerente de produto da área de esportes da TV Globo 

"Participar do II seminário foi muito importante para nós, grupo Globo, pois como mídia é sempre uma oportunidade de expormos nossa opinião de como podemos fomentar o mercado esportivo e contribui com o nosso papel na cadeia de valor. Além disso, encontros como esses fazem com que todos os envolvidos neste processo possam refletir sobre o seu papel e ouvir/entender mais sobre o papel dos outros agentes do mercado. E por fim, sempre gratificante no âmbito pessoal reencontrar e poder trocar ideias com os amigos/profissionais do mercado. Muito bom vermos a continuidade do seminário que já apoiamos em 2013 e continuaremos a apoiar nos próximos anos."

 

 Hortência

Seminários como este são momentos importantes de intercâmbio de experiências, passar conhecimentos, trocar opiniões; possibilitam às pessoas falarem o que estão percebendo sobre o esporte no Brasil.  

 

Maurício Santos – Confederação Brasileira de Judô

Precisamos de mais iniciativas como esta, fora do eixo Rio-São Paulo. O seminário teve ótimo nível de palestrantes e diversificação dos  temas abordados. É a linguagem que o esporte business precisa, neste momento. E não só no marketing esportivo, mas também nos negócios do esporte, nas construções do esporte. Todos esses temas foram abordados aqui, no Seminário.  

 

Robson Lopes Aguiar – Confederação Brasileira de Desporto Escolar

Foi um seminário de altíssimo nível, com a participação de nomes de altíssimo padrão. Fiquei impressionado com as pessoas que a ACE conseguiu trazer. É a primeira vez que participo e, se me chamarem para a terceira edição, estarei aqui. Falamos sobre desporto escolar e também foram abordados outros importantes temas. Certamente, daqui sairão boas ideias para ajudar a desenvolver as políticas públicas do esporte nacional.


Guilherme Raso – Confederação Brasileira de Handebol

O Seminário superou minhas expectativas, em relação à organização, aos palestrantes. Tudo excelente. Daqui está saindo muito coisa boa. Eu, particularmente, saio com muito conteúdo. É um evento de multivisões, multiatividades, multiações e extremamente necessário para o contexto nacional.


Agustin Danza - Confederação Brasileira de Rugby

O Seminário reuniu excelentes representantes de todas as áreas, que atuam para desenvolver o esporte no Brasil. Trouxe lideranças do Ministério do Esporte das áreas de esporte amador e de alto rendimento, o Lars Grael, que é uma referência em alto rendimento, inclusive na gestão de clubes. Destaco a palestra sobre identificação e formação de talentos, que propôs um trabalho sustentável até 2024, começando com a criança aos 10, 15 anos, para que ele chegue aos 24 anos no pico de sua atividade.


Lars Grael – Confederação Brasileira de Clubes

Foi um excelente Seminário, é tudo que o esporte brasileiro precisa. Eventos como este democratizam a comunicação para os debates no esporte. É uma oportunidade de ter visões e propostas pluralistas. O país que quer ser potência precisa diversificar, investir em vários esportes, e não em alguns, como ocorre hoje, no Brasil.


Lauter Nogueira – Atletismo

O evento está maravilhoso. Gostei da mudança do formato, em relação ao ano passado. Ficou perfeito, propiciando a discussão de visões diferentes. Superou minhas expectativas. Os dois dias foram de muito aprendizado.


 

 

 

Prossegue nesta quarta-feira, na capital mineira,  o  debate nacional sobre os caminhos do desporto olímpico brasileiro

 

Com a participação de dirigentes, autoridades federais, atletas e ex-atletas, teve início hoje e prossegue até amanhã, o  2º Seminário de Gestão do Esporte, no Teatro do Centro Cultural do Minas Tênis Clube (rua da Bahia, 2244).  O painel de abertura, contou com palestras do secretário nacional de esporte de alto rendimento do Ministério do Esporte, Ricardo Leyser, e do presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Andrew Parsons.

 

“Temos conseguido assegurar recursos para ampliar e melhorar a infraestrutura esportiva do país, criar programas de iniciação ao esporte, formar categorias de base e incrementar a preparação das seleções que vão representar o Brasil em 2016 no Rio de Janeiro. Nossa meta é classificar o Brasil entre as dez principais potências olímpicas e entre os cinco primeiros paraolímpicos do mundo em 2016, mas o objetivo principal é que os Jogos Olímpicos do Rio sejam o início de um novo ciclo de crescimento do esporte brasileiro, não o ápice do nosso desempenho, disse Ricardo Leyser.

 

Também participaram de painéis, nesta terça-feira, os medalhistas olímpicos Lars Grael, Domingos Maracanã e Yamagushi Falcão; o técnico da Seleção Brasileira de Basquete Masculino, Rubem Magnono; e o técnico olímpico de atletismo Lauter Nogueira; o presidente do Comitê de Clubes de Competição da FIBA (Federação Internacional de Basquete) Américas,  Kouros Monadjemi; o superintendente técnico da Confederação Brasileira de Voleibol, Renato Dávila; o presidente da Confederação Brasileira de Handebol Guilherme Raso.

 

Nesta quarta-feira, haverá painéis sobre desporto escolar, identificação e formação de campeões, o esporte como conteúdo para a mídia, o esporte como produto. Dentre os convidados estão  a rainha do basquete Hortência; Ricardo Avelar, do Ministério do Esporte; Robson Lopes Aguiar, da Confederação Brasileira de Desporto Escolar; Luiz Gustavo Lage, presidente do Minas Tênis Clube;  Daniel Bortoletto, editor do Lance!;  e outras lideranças do esporte nacional. Fechando a programação,  o diretor do Comitê Olímpico Britânico,  Mark England, fala sobre “A transformação de uma nova potência olímpica”, abordando o trabalho realizado pela Grã  Bretanha, que saiu do 10º lugar nos Jogos de Pequim/2008 para o 3º lugar nos Jogos de Londres/2012. 

 

A programação completa está disponível no site www.seminariodoesporte.com.br.

 

O 2º Seminário de Gestão do Esporte é promovido pela ACE Esportes e Eventos, com apoio do Sebrae, da Cemig, do Minas Tênis Clube e do canal SporTV.

 

Mais informações para a imprensa:

Scritto Comunicação – 3227-2681

Cláudia Leal – (31) 9952-0345 – claudialeal@scritto.com.br

 

 

 

 

Meta do Ministério do Esporte é colocar o Brasil entre os dez primeiros no ranking das Olimpíadas Rio 2016

 

O secretário nacional de esporte de alto rendimento do Ministério do Esporte, Ricardo Leyser, é um dos convidados do 2º Seminário de Gestão do Esporte, que acontecerá nos dias 18 e 19 de novembro (terça e quarta-feira), no Teatro do Centro Cultural do Minas Tênis Clube. Ele participará do painel de abertura do evento “Rio 2016 – a força do desenvolvimento das Olimpíadas para o esporte brasileiro”, na terça-feira (18), ás 10h, ao lado do presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Andrew Parsons.


“Este seminário será um momento importante para discutirmos com as lideranças esportivas o modelo de gestão e os rumos do esporte no Brasil. Depois de sediar grandes eventos esportivos internacionais – como os Jogos Pan-americanos de 2007, os Jogos Mundiais Militares de 2011, a Copa das Confederações de 2013 e a Copa do Mundo FIFA 2014 –, nos vimos em um processo crescente, consistente e planejado na execução da política de esporte do Brasil, num ciclo que vai ter ápice nos Jogos Rio 2016”, comenta Ricardo Leyser.


O secretário nacional acrescenta que o Ministério do Esporte tem conseguido assegurar recursos para ampliar e melhorar a infraestrutura esportiva do país, criar programas de iniciação ao esporte, formar categorias de base e incrementar a preparação das seleções que vão representar o Brasil em 2016 no Rio de Janeiro. “Nossa meta é classificar o Brasil entre as dez principais potências olímpicas e entre os cinco primeiros paraolímpicos do mundo em 2016, mas o objetivo principal é que os Jogos Olímpicos do Rio sejam o início de um novo ciclo de crescimento do esporte brasileiro, não o ápice do nosso desempenho”, conclui.


O 2º Seminário de Gestão do Esporte também terá como palestrantes os medalhistas olímpicos Lars Grael, Hortência, Domingos Maracanã e Yamagushi Falção; o técnico da seleção brasileira de basquete masculino, Ruben Magnano; o presidente da FIBA (Federação Internacional de Basquete) para as Américas, Kouros Monadjemi; o superintendente técnico da Confederação Brasileira de Voleibol, Renato Dávila; o diretor do Comitê Olímpico Britânico, Mark England, e o diretor do Centro de Treinamento Olímpico da Seleção dos Estados Unidos, Aron McGuire.


Inscrições

 

O 2º Seminário de Gestão do Esporte é dirigido a profissionais e estudantes das áreas de educação física, comunicação, marketing, eventos e outros interessados.


As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.seminariodoesporte.com.br . Haverá credenciamento dos inscritos, na terça-feira (18), às 9h, no local do evento.   


A programação completa pode ser conferida no site www.seminariodoesporte.com.br .

O 2º Seminário de Gestão do Esporte é promovido pela ACE Esportes e Eventos, com apoio do SEBRAE, do Minas Tênis Clube e do canal SporTV.

 

Mais informações para a imprensa:

Scritto Comunicação – 3227-2681

Cláudia Leal – (31) 9952-0345 – claudialeal@scritto.com.br

 

 

 

 

Meta do Ministério do Esporte é colocar o Brasil entre os dez primeiros no ranking das Olimpíadas Rio 2016

 

O secretário nacional de esporte de alto rendimento do Ministério do Esporte, Ricardo Leyser, é um dos convidados do 2º Seminário de Gestão do Esporte, que acontecerá nos dias 18 e 19 de novembro (terça e quarta-feira), no Teatro do Centro Cultural do Minas Tênis Clube. Ele participará do painel de abertura do evento “Rio 2016 – a força do desenvolvimento das Olimpíadas para o esporte brasileiro”, na terça-feira (18), ás 10h, ao lado do presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Andrew Parsons.


“Este seminário será um momento importante para discutirmos com as lideranças esportivas o modelo de gestão e os rumos do esporte no Brasil. Depois de sediar grandes eventos esportivos internacionais – como os Jogos Pan-americanos de 2007, os Jogos Mundiais Militares de 2011, a Copa das Confederações de 2013 e a Copa do Mundo FIFA 2014 –, nos vimos em um processo crescente, consistente e planejado na execução da política de esporte do Brasil, num ciclo que vai ter ápice nos Jogos Rio 2016”, comenta Ricardo Leyser.


O secretário nacional acrescenta que o Ministério do Esporte tem conseguido assegurar recursos para ampliar e melhorar a infraestrutura esportiva do país, criar programas de iniciação ao esporte, formar categorias de base e incrementar a preparação das seleções que vão representar o Brasil em 2016 no Rio de Janeiro. “Nossa meta é classificar o Brasil entre as dez principais potências olímpicas e entre os cinco primeiros paraolímpicos do mundo em 2016, mas o objetivo principal é que os Jogos Olímpicos do Rio sejam o início de um novo ciclo de crescimento do esporte brasileiro, não o ápice do nosso desempenho”, conclui.


O 2º Seminário de Gestão do Esporte também terá como palestrantes os medalhistas olímpicos Lars Grael, Hortência, Domingos Maracanã e Yamagushi Falção; o técnico da seleção brasileira de basquete masculino, Ruben Magnano; o presidente da FIBA (Federação Internacional de Basquete) para as Américas, Kouros Monadjemi; o superintendente técnico da Confederação Brasileira de Voleibol, Renato Dávila; o diretor do Comitê Olímpico Britânico, Mark England, e o diretor do Centro de Treinamento Olímpico da Seleção dos Estados Unidos, Aron McGuire.


Inscrições

O 2º Seminário de Gestão do Esporte é dirigido a profissionais e estudantes das áreas de educação física, comunicação, marketing, eventos e outros interessados.


As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.seminariodoesporte.com.br . Haverá credenciamento dos inscritos, na terça-feira (18), às 9h, no local do evento.   


A programação completa pode ser conferida no site www.seminariodoesporte.com.br .

O 2º Seminário de Gestão do Esporte é promovido pela ACE Esportes e Eventos, com apoio do SEBRAE, do Minas Tênis Clube e do canal SporTV.

 

Mais informações para a imprensa:

Scritto Comunicação – 3227-2681

Cláudia Leal – (31) 9952-0345 – claudialeal@scritto.com.br


 

 

 

O esporte como conteúdo na comunicação é tema de palestras no 2º Seminário de Gestão do Esporte

  

Belo Horizonte receberá, nos dias 18 e 19 de novembro (terça e quarta-feira), o 2º Seminário de Gestão do Esporte, que será realizado pela ACE Esportes e Eventos, no Teatro do Centro Cultural do Minas Tênis Clube (rua da Bahia, 2244).  Além de propostas para tornar o Brasil uma potência olímpica, o evento terá espaço dedicado à comunicação. Na quarta-feira (19), às 14h, “O esporte como conteúdo e a informação nas decisões” é o tema do painel que reunirá, como palestrantes, os jornalistas Daniel Bortolleto, editor do Lance!;  Paulo César Vasconcellos, chefe de redação e comentarista do SporTV; e Thiago Meirelles, gerente de produto da área de esportes da TV Globo. Todos se deslocaram do Rio de Janeiro para participar do evento.  O mediador do painel será Erich Beting, sócio-diretor da Máquina do Esporte, veículo pioneiro na cobertura do esporte como negócio, com sede em São Paulo.

 

O 2º Seminário de Gestão do Esporte é dirigido a profissionais e estudantes das áreas de  comunicação, marketing, gestão de eventos e espaços esportivos, educação física e outros interessados.  As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.seminariodoesporte.com.br , onde também está disponível a programação completa do evento.   

 

Promovido pela ACE Esportes e Eventos, o 2º Seminário de Gestão do Esporte conta com apoio do Sebrae, da Cemig, do Minas Tênis Clube e do canal SporTV.

 

 

Mais informações para a imprensa:

Scritto Comunicação – 3227-2681

Cláudia Leal – (31) 9952-0345 –  claudialeal@scritto.com.br

 

 

 

 

Belo Horizonte recebe lideranças nacionais no 2º Seminário de Gestão do Esporte

 

Desde 2013, com a realização da primeira edição do Seminário de Gestão do Esporte, a ACE Esportes e Eventos assumiu o desafio de promover um amplo debate sobre os caminhos para o desenvolvimento do desporto nacional. O desafio se mantém na segunda edição do evento, que acontece nos dias 18 e 19 de novembro (terça e quarta-feira), no Teatro do Minas Tênis Clube, das 9h às 18h30, reunindo dirigentes, autoridades, atletas e ex-atletas, em painéis sobre temas relevantes no dia-a-dia do universo esportivo brasileiro.


“O objetivo deste Seminário é saber o que tem sido feito pelas principais lideranças do desporto nacional para encontrar caminhos de fortalecimento do esporte educacional, de formação, de alto rendimento e de participação. E também ouviremos as experiências de instituições internacionais”, informa Álvaro Cotta, diretor executivo da ACE Esportes e Eventos, organizadora do seminário. “Precisamos definir de forma mais clara qual é o papel do esporte na sociedade brasileira, em cada etapa da vida de nossos cidadãos", enfatiza Álvaro.

 

Inscrições

 

O 2º Seminário de Gestão do Esporte é dirigido a profissionais e estudantes das áreas de educação física, comunicação, marketing, eventos e outros interessados.


As inscrições são gratuitas e podem ser feitas aqui. O Teatro do Minas tem capacidade para 600 pessoas. Haverá credenciamento dos inscritos, na terça-feira (18), às 9h, no local do evento.   


Programação

 

O 2º Seminário de Gestão do Esporte terá painéis com os seguintes temas: “A força do desenvolvimento dos Jogos Olímpicos”; “O legado de uma medalha olímpica”; “As ligas nacionais: o esporte como negócio e entretenimento”; “O esporte escolar”; “A identificação, a preparação e a formação de futuros campeões”; “A informação e o esporte”; e “O esporte como produto”.


Dentre os palestrantes brasileiros confirmados destacam-se Ricardo Leyser,  secretário de Esporte de Alto Rendimento do  Ministério do Esporte; Andrew Parsons, presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro; Lars Grael, velejador medalhista olímpico e diretor da Confederação Brasileira de Clubes; Ruben Magnano, técnico da Seleção Brasileira Adulta Masculina de Basquete; Kouros Monadjemi, presidente da FIBA (Federação Internacional de Basquete) para as Américas; Renato D’Avila, superintendente técnico da Confederação Brasileira de Voleibol; Hortência Marcari, ex-atleta da seleção brasileira de basquete; dentre outros.

 

Também farão palestras, visando o intercâmbio de experiências, os diretores do Comitê Olímpico Britânico, Mark England, e do Comitê Olímpico dos Estados Unidos, Aron McGuire, que falarão sobre “A transformação da Grã Bretanha em potência olímpica” e a “Gestão do Centro de Treinamento de Colorado Springs”, respectivamente.


Confira aqui a programação completa do evento.


Os palestrantes


Agustin Danza (Confederação Brasileira de Rugby)

O CEO (Chairman Executive Office) da Confederação Brasileira de Rugby atuou em grandes empresas multinacionais, acumulando vasta experiência em gestão de empresas, recrutamento, finanças e marketing e outras. Tem MBA em Finanças, Value Investing e Políticas Públicas, pela Columbia Business School. É graduado em Administração de Empresas pela Faculdade de Ciência Económicas de Buenos Aires (UBA). Foi jogador e treinador de Rugby, na Argentina, ao longo de 20 anos. Também foi professor de Controle de Gestão na Faculdade de Ciências Económicas da UBA.


André Arantes (Ministério do Esporte)

Diretor de Esporte de Base e Alto Rendimento da Secretaria Nacional de Esporte de Alto Rendimento do Ministério do Esporte. Professor de Educação Física da Secretaria de Educação do Distrito Federal; professor universitário UniCEUB. É doutorando em Ciências do Esporte – FADE.UP.


Andrew Parsons (CPB)

Natural do Rio de Janeiro e graduado em jornalismo, começou a trabalhar no CPB em 1997, como assessor e imprensa. Em 2001, tornou-se secretário geral da entidade, cargo que ocupou até 2009, quando se candidatou e foi eleito presidente para um mandato de quatro anos. Reeleito em 2013, ficará no comando do CPB até 2017. Em 2005, foi eleito presidente do Comitê Paralímpico das Américas e, quando o mandato terminou, em 2009, foi eleito presidente do Comitê Executivo do Comitê Paralímpico Internacional.


Antônio Rizola (Centro de Treinamento de Saquarema - CBV)

É gerente de Seleções de Quadra na Confederação Brasileira de Voleibol, membro da Comissão Técnica da Federação Internacional de Voleibol (FIVB) e Tutor para o Brasil da Solidariedade Olímpica Internacional (SOI/COB). Também é professor de MBA em de Marketing Esportivo e Gestão do Esporte na Trevisan Escola de Negócios. Atuou por 30 anos como técnico de voleibol em diferentes clubes, no Brasil e Itália, e técnico de Seleções Brasileiras femininas sub 18 e sub 20, de 1989 a 2010. Tem licenciatura plena em Educação Física, pela PUC Campinas; é especialista em voleibol, atletismo, fisiologia do esforço e mestre em Treinamento Desportivo. Foi coordenador da Faculdade de Educação Física IDEPE / Guarulhos/SP e das Faculdades Pitágoras / Betim / MG.


Arnon de Mello Neto (NBA Brasil)

Desde setembro de 2013 é o diretor da NBA no Brasil, com escritório na cidade do Rio de Janeiro. Tem 36 anos, foi diretor de futebol do CSA/Alagoas, entre 1999 e 2001, e também foi um dos responsáveis pela fundação da Liga do Nordeste, entidade responsável pelo controle da Copa do Nordeste de Futebol. Na área econômica, atuou em bancos no Brasil e nos Estados Unidos, onde morou por quase dez anos. Tem mestrado em políticas públicas pela Universidade de Harvard/Estados Unidos.


Daniel Bortoletto (Jornal O Lance)

É editor executivo do LANCE! RJ e editor de produção multimídia de todos os veículos do Grupo L!. Está na empresa desde 1999, tendo começado na redação de São Paulo como repórter e editor assistente. Foi editor executivo da redação de Minas Gerais, entre novembro de 2004 e outubro de 2008. No final de 2008, tornou-se editor executivo da redação do LANCE!, no Rio de Janeiro. Como principais coberturas, destacam-se as Olimpíadas de Pequim/2008, os Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo/2003 e do Rio de Janeiro/2007, e a Copa do Mundo do Brasil/2014.


Domingos Maracanã (Complexo Esportivo do Ibirapuera)

É o atual coordenador do Centro de Excelência de Voleibol do Complexo Esportivo do Ibirapuera/São Paulo. Foi atleta de vôlei de 1976 a 1994, integrando a “geração de prata”, como ficou conhecida a seleção brasileira que conquistou a primeira medalha olímpica da modalidade para o país, nas Olimpíadas de Los Angeles/1984. Defendeu equipes no Brasil e na Itália, conquistando inúmeros títulos nacionais e internacionais. Após deixar as quadras, atuou como relações esportivas da Mizuno, manager da equipe de voleibol da Philco, técnico da equipe de vôlei do Palmeiras e de projetos do terceiro setor; coordenador do Projeto Inclusão Social Nosso Sonho, da Federação Paulista de Futebol, e supervisor de esportes da Subprefeitura Freguesia do Ó/Brasilândia e da Subprefeitura Jabaquara, em São Paulo. Foi comentarista da TV Cultura, ESPN, CNT, TV Bandeirantes, SPORTV e TV Globo de 1992 a 2007.


Georgios Stylianos Hatzidakis (CBAt)

Gerente Administrativo da CBAt – Confederação Brasileira de Atletismo, mestre em Educação Física, com Especialização na FGV-SP, em Administração Esportiva e Gestão Esportiva pelo Comitê Olímpico Internacional; membro do Conselho Federal de Educação Física e da Academia Olímpica Brasileira – AOB; consultor de Marketing, Gestão Esportiva e Acadêmica; presidente do Panathlon Club de São Paulo/SP e da ABRADE – Associação Brasileira do Desporto Educacional; professor de graduação da FMU/Faculdades Metropolitanas Unidas e de pós-graduação da UNINOVE, Rio Branco e Universidade Sindi-Clube. 


Guilherme Ângelo Raso (Liga Nacional de Handebol)

O vice-presidente da Confederação Brasileira de Handebol é mineiro de Belo Horizonte, tem 56 anos, e mora em Brasília desde 2002. Foi atleta de Handebol dos 13 aos 23 anos (Ginástico, seleções mineira e brasileira); técnico de Handebol dos 23 aos 30 anos (Ginástico, Atlético e seleção mineira); vice-presidente do Ginástico, nos anos 1990. É formado em Administração e Ciências Contábeis tem MBA em Gestão de Negócios e MBA  em Gestão Esportiva pelo Comitê Olímpico Brasileiro-CAGE. De 2002 a 2013 foi diretor administrativo na Educação Básica na Universidade Católica de Brasília. Atuou, de 2012 a 2014, como gerente da Sede de Brasília para Copa do Mundo 2014. É sócio diretor do Grupo Bonnu (empresa focada em tecnologia) e sócio diretor do Grupo Signitec (empresa focada em Educação e Esporte).


Hortência (TV Globo - Time de ouro)

Hortência Maria de Fátima Marcari, a Hortência, é a maior estrela do basquete brasileiro em todos os tempos, e uma das maiores do mundo, integrando, inclusive, do Naismith Memorial Basketball Hall of Fame (o Hall da Fama do basquete), nos Estados Unidos, desde 2002. Nascida em 23 de setembro de 1959, na pequena cidade paulista de Potirendaba, começou a jogar em 1973, pelo São Caetano Esporte Clube, e defendeu diversas equipes paulistas, colecionando inúmeros títulos. Disputou cinco Mundiais Interclubes, sagrando-se campeão na Austrália, em 1994. Durante mais de 20 anos foi a dona da camisa 4 da seleção brasileira, com a qual conquistou a medalha de prata nas Olimpíadas de Atlanta/1996, o ouro no Pan-americano de Havana/1991, a prata no Pan-americano de Indianápolis/1997 e o bronze no Pan-americano de Caracas/1993. De 2009 a 2013 atuou na Confederação Brasileira de Basquete como diretora da seleção brasileira feminina.


Kouros Monadjemi (Liga Nacional de Basquete)

É o presidente do Comitê de Clubes de Competição da FIBA (Federação Internacional de Basquete) para as Américas. Foi presidente da Liga Nacional de Basquete de 2008 a 2012. A partir de 1982, ocupou várias Diretorias no Minas Tênis Clube, sendo o presidente de 2002 a 2007. Jogou basquete no Minas de 1961 a 1973. É sócio-diretor da Siderco Trading S/A desde 1987. Graduado em administração pela UFMG e em Economia pela Universite Libre de Brussel, na Bélgica, fez MBA na Colunbia University, nos Estados Unidos.


Lars Grael (Confederação Brasileira de Clubes)

Assumiu este ano a Presidência da ISCYRA - International Star Class Yacht Racing Association, e a Diretoria Técnica da Confederação Brasileira de Clubes. Dentre outras entidades, é conselheiro do Conselho Estratégico da Cidade do Rio de Janeiro e do Comitê do Legado da Autoridade Olímpica Municipal do Rio de Janeiro, desde março de 2013. É comodoro da Associação Brasileira de Veleiros de Oceano – ABVO, desde maio de 2012. Integra a Comissão Nacional de Atletas desde março de 2003. Como atleta olímpico da modalidade Vela, tem duas medalhas de bronze, em Seoul 1988 e Atlanta 1996; é pentacampeão sul-americano e dez vezes campeão brasileiro. Também representou o Brasil nos Jogos Olímpicos de Los Angeles 1984 (7º) e Barcelona 1992 (8º). Atualmente, compete nas classes Star e Oceano. 


Lauter Nogueira (SporTV)

Tem 54 anos, dos quais 31 dedicados ao esporte. Desde 1995, é comentarista e consultor esportivo da TV Globo, atuando também no SporTV desde 1998. Participou das coberturas de cinco Olimpíadas, quatro Pan-americanos, três Olimpíadas de Inverno e dezenas de Campeonatos Mundiais. Foi diretor técnico da Confederação Brasileira de Triathlon e treinador Olímpico (2000 e 2012), além de consultor técnico e de marketing esportivo da Adidas do Brasil. É pioneiro na criação de consultoria esportiva para grupos de corredores (1983), tem especialização em Treinamento Desportivo de Alto Desempenho e ministra cursos de atualização no exterior (Austrália, USA e Itália).


Luiz Gustavo Lage (Minas Tênis Clube)

Presidente do Minas Tênis Clube, eleito para o triênio 2014/2016, foi diretor geral de Esportes da instituição de 2008 a 2013. Integrou a Seleção Brasileira de Basquete, participando dos Jogos Olímpicos de Moscou, em 1980. É formado em economia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas, com especialização em mercado de capitais pela UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais. Aos 55 anos, atua no mercado financeiro.


Marcelo Vido (CR Flamengo)

Atual diretor de Esportes Olímpicos do Flamengo, Marcelo Vido foi atleta de basquete durante 18 anos. Pela Seleção Brasileira, participou das Olimpíadas de Moscou em 1980 e Los Angeles em 1984, dos Campeonatos Mundiais de Manila 1978, Cali 1982 e Madri 1986 e dos Jogos Pan-americanos de San Juan 1979 e Caracas 1983. Foi campeão mundial de clubes, pelo Sírio, em 1979, como atleta, e pelo Flamengo, em 2014, como dirigente. Foi gerente de Negócios e Marketing do Minas Tênis Clube, de 2005 a 2012. Também foi diretor Comercial e de Marketing do Clube Atlético Mineiro, em 2004/2005.


Mario Ruggiero (Nielsen)

Há 20 anos na Nielsen, sempre esteve à frente do atendimento a clientes, sendo que, após seis anos na Diretoria Comercial Brasil, assumiu, em 2013, o cargo de diretor de Desenvolvimento de Novos Negócios da companhia e também de diretor da Nielsen Sports no Brasil. Mais recentemente passou a dirigir também a solução Supply Chain Intelligence para a América Latina. É formado em Administração de Empresas pela Faculdades Metropolitanas Unidas/FMU, com MBA em Gestão de Negócios pela Fundação Instituto de Administração/FIA, e pós-graduação em Marketing Esportivo pela ESPM.


Maurício Santos (Centro Pan-americano de Judô - CBJ)

Dono da agência WH Marketing Esportivo, é também o responsável pelo Departamento de Marketing da CBJ, além de tocar outros eventos e projetos com a sua empresa, sediada em Belo Horizonte (MG), com filiais em Salvador (BA), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). Foi diretor executivo do Mundial de Judô Rio 2013.


Paulo César Vasconcellos (SporTV)

Jornalista há 29 anos, começou a carreira na Luta Democrática, no Rio de Janeiro. Trabalhou na Rádio Nacional e nos jornais Última Hora, O Globo e Jornal do Brasil, onde foi repórter e editor de esportes, e também na TV Globo e no ESPN Brasil. Atualmente, é chefe de redação e comentarista do canal SporTV, participando dos debates nos programas “Bem, Amigos!” e “Arena SporTV”. Cobriu as Copas do Mundo da Espanha/1982, do México/1986, da França/1998 e da Alemanha/2006.


Renato D’Avila (Superliga de Vôlei)

É superintendente da Confederação Brasileira de Voleibol desde 1999, atuando também como diretor geral da Superliga de Voleibol Masculina e Feminina desde a temporada 2002/2003. Foi diretor técnico de voleibol masculino e feminino, nos Jogos Pan-americanos do Rio, em 2007, e coordenador técnico da Liga Mundial de Voleibol Masculino, edições 2002 a 2005 e 2011, dentre outros cargos na CBV. É graduado em Educação Física, pela Universidade Federal de Juiz de Fora/MG, pós-graduado em Marketing pela ESPM/SP e em Gestão Esportiva Avançada pelo Comitê Olímpico Internacional. Foi atleta de voleibol, de 1977 a 1985, técnico, preparador físico e supervisor e gerente de equipes em Juiz de Fora, São Paulo, Rio de Janeiro e Itália, de 1986 a 1999.


Ricardo Leyser

Natural de São Paulo, capital, 44 anos, é secretário nacional de Esporte de Alto Rendimento do Ministério do Esporte desde fevereiro de 2009. No cargo, é responsável pelas ações governamentais na preparação de atletas e equipes que vão defender o Brasil nos Jogos Olímpicos e nos Jogos Paraolímpicos de 2016 e cuida do legado esportivo do Rio 2016. Graduado em Administração Pública pela FGV-SP e em Ciências Sociais pela USP, o secretário tem especializações em Estudos Estratégicos, Gerenciamento de Empreendimentos, Gestão Estratégica de Negócios, Marketing Governamental e Planejamento Estratégico Situacional, entre outras.


Ricardo Santiago (Minas Tênis Clube)

Atleta da equipe Fiat/Minas tricampeã brasileira em 1985/1986 e 1987, foi diretor secretário e de vôlei masculino do Minas de 2008 a 2013. Em janeiro de 2014, foi eleito diretor Geral de Esportes da instituição. Há 24 anos trabalha no Banco Mercantil do Brasil, é formado em Administração, pós-graduado em Finanças e tem MBA em Gestão de Negócios. Nasceu em Belo Horizonte, em 6 de outubro de 1967.


Ruben Magnano (Confederação Brasileira de Basquete)

Argentino de Córdoba, 60 anos, é técnico da Seleção Brasileira Masculina Adulta de Basquete desde 2010, comandando a equipe no Mundial da Turquia 2010, no Pré-olímpico da Argentina 2011 e nos Jogos Olímpicos de Londres 2012. Dirigiu a Seleção Argentina Adulta Masculina campeã dos Jogos Olímpicos de Atenas/2004 e campeã sul-americana em 2001. Começou a carreira de treinador no Atenas de Córdoba, em 1990, conquistando o campeonato nacional argentino das temporadas 1991/92, 1997/98, 1998/99 e 2008/09. Em 2010, foi eleito o melhor treinador argentino da década. Também dirigiu equipes na Itália e na Espanha.


Teófilo Jacir de Faria (CONFEF)

Membro Conselho Regional de Educação Física da 6ª Região, CREF6 desde a sua criação até 2012. Membro do Conselho Federal de Educação Física/CONFEF desde 2012. É graduado em Educação Física e Técnica Desportiva, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, em 1974, e pós-graduado em Didática da Educação Física, pela Faculdade São Luiz de Jaboticabal/SP. É professor efetivo do Estado de Minas Gerais e do Município de Patos de Minas. Diretor de Esportes da Prefeitura de Patos de Minas, onde coordenou durante 16 anos as equipes participantes dos Jogos Escolares.


Thiago Meirelles (Globoesporte.com)

Gerente de Produto da área de Esportes da TV Globo, tem 34 anos, e nasceu em Juiz de Fora/MG. É graduado em Engenharia de Produção pela UFRJ e tem MBA em Gestão de Negocios - IBMEC/RJ; MBA Executivo - Fundação Dom Cabral/FDC; pós-MBA FDC/Kellogg - Kellogg (EUA). Também fez os cursos especializados em esporte/entretenimento “The Business of Entertainment, Media and Sports (BEMS)”, em Harvard/Estados Unidos.


Yamaguchi Falcão Florentino (boxeador)

Nascido em 24 de dezembro 1987, em Colatina/ES, conquistou a primeira medalha brasileira no boxe, nas Olimpíadas de Londres/2012. Foi campeão do Pré-olímpico em 2012, no Brasil, e vice-campeão dos Jogos Pan-americanos de Guadalajara, no México, em 2011, na categoria meio-pesado. Quando criança, treinava na academia improvisada por seu pai no quintal de casa, onde utilizava uma bananeira para aprimorar socos. Seu nome de origem japonesa foi-lhe dado em homenagem a um falecido amigo de seu pai. Yamaguchi é irmão de Esquiva Falcão Florentino e filho do ex-lutador de vale tudo Adegard Câmara Florentino, conhecido como Touro Moreno.


Os mediadores


Erich Beting 

É sócio-diretor da Máquina do Esporte, veículo pioneiro na cobertura do esporte como negócio no Brasil. Atua há 15 anos no mercado de esportes, sendo também consultor em marketing esportivo para empresas e entidades esportivas. Esteve nas Copas do Mundo de 2006, 2010 e 2014, nos Jogos Olímpicos de 2012, no Mundial de Judô de 2013 e no Pan-Americano de 2007, sempre observando como as marcas trabalham o esporte como ferramenta de comunicação e marketing.


Luiz Carlos Júnior

Começou a trabalhar em Brasília como locutor, em 1986, na rádio 105FM, e atuou também na Transamérica de Brasília. Em 1987, foi contratado pela Rádio Cidade do Rio de Janeiro. É fundador do canal SporTV (então chamado de Top Sport), que entrou no ar em dezembro de 91. Desde então, narrou seis Copas do Mundo de Futebol, seis Olimpíadas e incontáveis campeonatos importantes das mais variadas modalidades. Desde 2004 também é narrador esportivo da Rede Globo.


Marcelo Barreto

Foi estagiário e repórter de esportes do jornal O Globo, de 1991 a 1997, quando saiu para fazer parte da equipe que fundou o LANCE!, onde foi editor e colunista do jornal, do site (LANCENET!) e da revista LANCE!A+. Foi repórter da TV Globo e, desde 2003, trabalha no SporTV, como editor, comentarista e apresentador de diversos programas do canal. Cobriu três Copas do Mundo, três Copas das Confederações, três Olimpíadas, uma Paralimpíada, uma Olimpíada de Inverno e outros eventos internacionais. É autor de “Almanaque Olímpico SporTV” (com Armando Freitas), “Nalbert, a jornada de um ídolo” e “Os 11 maiores camisas 10 do futebol brasileiro”.


Rafael Plastina

É sócio diretor da Score Sport Business, desde 2002, e da Sport Track Inteligência, desde 2006, com passagem pela Nielsen, como diretor da divisão de esportes (2012-13); Informídia, como diretor de marketing, comercial e de desenvolvimento (2004-11). Foi gerente de marketing do Vitória da Bahia (2002-03). É professor dos cursos de pós-graduação em Gestão e Marketing Esportivo da Trevisan, da Anhembi Morumbi e IESB de Brasília. Formou-se em 1995, em Direito, pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). É mestre em Administração e Marketing Esportivo, pela Ohio University/Estados Unidos, e em Marketing pela Escuela Superior de Marketing y Administración de Barcelona, ESMA.


Os patrocinadores

 

O 2º Seminário de Gestão do Esporte é promovido pela ACE Esportes e Eventos, com apoio do SEBRAE, do Minas Tênis Clube e do canal SporTV.


Sobre a ACE Esportes e Eventos

A ACE Esportes e Eventos, no mercado desde 2005, é uma empresa especializada em marketing esportivo e eventos. Nos últimos anos,  a agência foi responsável pela gestão dos patrocínios do Banco BMG; pelas ações em Minas Gerais da Coca-Cola FEMSA, nas Copas do Mundo FIFA 2010 e 2014; pelo marketing do América Futebol Clube; pelas ativações da Icatu Seguros, no Minas Tênis Clube; por projetos socioambientais da Anglo American; dentre outros trabalhos. A ACE também é a idealizadora e realizadora da Meia Maratona Internacional de BH, do Festival de Esportes, do FUT3 e do Verão BH. 

 

Transformar marcas, empresas e pessoas é a missão da ACE, que possui forte compromisso com os resultados dos clientes e com o bem estar da comunidade impactada.



 

Data do Evento


18 e 19 de Novembro de 2014

 

 

 

Local


Teatro Bradesco Minas Tênis Clube

R. da Bahia, 2244, Belo Horizonte

 

 

 

Horário


9h às 18h

Inscreva-se


Inscrições aqui

 

 

 

Confira


Programação

 

 

 

Acesse


Área do Inscrito